O que mudou no Auxílio Emergencial 2021?

Atualizado:


Você está sabendo que uma nova rodada do auxílio emergencial começou a ser paga. Agora para saber quem tem direito a receber, quais são os valores das parcelas e o que mudou nesse benefício para 2021 basta ler nosso conteúdo até o final que nós ensinaremos tudo para você.  

Para quem não sabe o auxílio emergencial é um benefício oferecido pelo Governo federal que começou a ser pago em 2020. O auxilio surgiu para tentar diminuir os impactos da pandemia no bolso dos brasileiros e dar assistência para a população que mais enfrenta dificuldades financeiras. Depois de mais de um ano de pandemia todo mundo está sentindo os efeitos de mais uma crise. A nova rodada de pagamentos pode aliviar o orçamento de muita gente.

O que mudou?

O valor das parcelas, o número de pessoas que receberam auxilio e os critérios de seleção. É importante lembrar que nenhuma nova inscrição foi feira, então, quem recebe dessa vez, obrigatoriamente, já estava escrito desde 2020. Mas, nem todo mundo que ganhou ano passado vai receber essa rodada já que essa parcela tem mais exigências. Só quem pode receber:

  • As famílias que ganham até três salários mínimos e que a renda por pessoa não trapaça R$550;
  • Os trabalhadores informais;
  • Beneficiários do Bolsa Família;
  • Quem recebeu rendimentos tributáveis abaixo de R$28.559,70 em 2019;
  • Quem não teve o auxílio emergencial cancelado em 2020.

Mas, atenção. Quem recebe o Bolsa Família não pode acumular dois benefícios. Vai ficar só com que tiver o maior valor. Ou auxilio emergencial ou a bolsa.

Qual é o valor?

Desta vez, serão pagas quatro parcelas entre abril e agosto de 2021. O valor varia entre R$150 e R$275 reais. Vai depender da composição de cada família.

Como receber?

O dinheiro será pago pela conta poupança digital da Caixa que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa. Para quem tem o cartão do Bolsa Família ou Cartão Cidadão existe também a opção de sacar o auxílio com esses cartões nos caixas eletrônicos e casas lotéricas.

Calendário de Pagamentos

São três calendários de pagamento. O primeiro calendário é para quem tem o castro único ou se cadastrou pelo site e aplicativo do auxílio. Essas pessoas começam a receber o dinheiro direto na conta social digital a partir do dia 6 de abril de acordo com o mês de aniversário. O segundo calendário é para quem vai sacar o dinheiro vivo. Então, se esse é seu caso você pode pegar o dinheiro a partir do dia 4 de maio seguindo também a data do mês de nascimento. O terceiro calendário e último é exclusivo para quem é beneficiário do Bolsa Família. Nesse caso as parcelas começam a ficar disponíveis no dia 16 de abril.

Deixe um comentário